terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Esclarecendo Wild Cards


Então gente, me senti na obrigação de criar esse post já que não é de hoje que vejo pessoas com dúvidas sobre essa série de livros. Constantemente vejo uma galera perguntando ou tirando conclusões totalmente erradas.
Agora vocês devem estar se perguntando:
Como assim, Camilinha querida? Não é a outra saga do Martin?
NÃO!
Bem, não totalmente.
O maior equivoco, na minha opinião, foi colocarem na capa em letras garrafais o nome do Martin. (Coisa que fazem em todos os livros do autor. Eu mesma antes de conhecer As Crônicas de Gelo e Fogo pensava que a série chamava Martin. Julguem-me) Muita gente acredita que Martin escreve sozinho a série, o que faz com que toda vez que a editora divulgue o livro nas redes sociais exista um comentário do tipo:
"A mas escrever os livros das CDEF que é bom nada né?"
Em letras com menos destaque logo acima do nome do autor do livro podemos ler "EDITADO POR". Então, não, Martin não negligencia sua renomada série para escrever essa saga. 

Mas se o Martin não escreve o livro, quem escreve?
A saga foi inteiramente escrita de maneira cooperativa. São vários escritores que se juntaram para criar a história de ficção cientifica. 
Wild Cards começou como um jogo de RPG entre amigos e logo virou um projeto literário. Os capítulos são alternados, hora um autor narra uma parte da história ou ponto de vista de um personagem, hora outro.

Outro ponto que fica meio embaçado na percepção geral é o número de obras que a saga engloba e o lançamento das mesmas. Muitas pessoas se assustam com o número de livros da saga Wild Cards, mas poucas sabem que dos 22 livros 21 já foram lançados nos Estados Unidos e que o ultimo logo será publicado. Aqui no Brasil só tivemos a oportunidade de conhecer a história de Wild Cards agora, depois que o nome do autor das As Crônicas de Gelo e Fogo explodiu. Já temos dois volumes da saga que foram trazidos pela Editora Leya.


Agora que as dúvidas mais frequentes foram esclarecidas, quero fazer uma recomendação:

LEIAM WILD CARDS, AGORAAAA!
A série é fantástica, tudo proposto ao longo do livro (li o primeiro inteiro e agora estou no segundo) consegue ser verossímil, até mesmo capítulos com personagens metamorfos são facilmente aceitáveis. É tudo muito bem construído. De inicio a leitura pode se tornar difícil pois engloba tipos de narrativas diferentes, já que cada autor tem seu estilo. Mas ao decorrer dos capítulos a história se torna tão intensa que nem se percebem mais as diferenças estilísticas.
Aaaah, mas só esse post não te convenceu? Quer sabe mais sobre a saga? Possui um inglês básico?
Então dá uma olhadinha nesse site, aqui tem tudo sobre a saga, desde a história até o número e o nome dos autores envolvidos na mesma, vale super a pena dar uma olhadinha!

Comente com o Facebook:

30 comentários:

  1. No começo eu também achei que era tudo do Martin haha e dizia exatamente "po, ao invés de acabar as Crônicas tá nisso aí, né?". Mas quando vi uma amiga minha com o livro e vi a capa de perto, saquei tudo. É sempre bom esclarecer.

    Samuka
    http://coupleliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHAHA Pos isso criei o post, muita gente se confunde!

      Excluir
  2. Nunca li nenhum livro desse autor por motivos de: medo do tamanho dos livros desse cara! Gente eu peguei um da saga das Crônicas e gente do céu, que peso, quantas páginas HUAHAUHAUHA, mas todo mundo me indica e isso é fato.
    Beijos ;*

    http://girlbeinggeek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado que a menina justamente falou no post que não é do Martin....

      Excluir
    2. Mas o Martin também escreve!
      Calma queridas! rs

      Excluir
  3. Adorei a postagem, eu era uma que não sabia nada a respeito. rsrs!
    Dica anotada!
    Beijos e boas leituras!

    http://livrosobaluzdalua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Pensei que eu era único que pensava que As crônicas de Gelo e Fogo se chamava "Martin"! IUASHIUAHS E, holy shit, resolvi falar isso num encontro de fãs dele que fui, aqui na minha cidade. Acho que a aquela galera me despreza até hoje.
    Mas enfim. Essa questão do nome gigantemente aclamado do Martin é algo que vai sempre existir, provavelmente, principalmente na capa dos livros. Você já viu aquele livro lançado pelo selo Fantasy, da Leya, que é uma coletânea de contos de horror/terror urbanos? Me parece que ele não escreveu nenhum dos contos, só simplesmente os reuniu e (acho) lançou. Mas quem é o nome em letras garrafais na capa? Pois é. Do velhinho barbudo assassino, nosso querido e amado. <3
    Mas quanto a Wild Cards, cara, foi aqui que aprendi que a série não é dele. ._. Eu jurava que era dele até ver seu post. Isso é ótimo em questão de marketing, é claro, mas acho sinceramente desnecessário, como leitor. Mas deixando isso de lado, eu sou louco pra ler essa saga! Pode deixar que eu vou ler sim, com certeza. Logo que veio de jogos de RPG, os quais, bem, sou perdidamente viciado desde o começo da adolescência. ^^
    Valeu o post instrutivo, Camila! Beijão! E, ah, estou seguindo o Blog. ^^

    Achou o Quê?:
    http://achouoque.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para, super plausivel né? Olha aquele nome gigante! AHAHAH
      Sim, acho isso mó engraçado!
      Mas independente de ser só dele, vale a pena ler! Nunca joguei RPG ): A tempos tento convencer meus amigos a me ensinarem! BUBU
      Que bom que pude ajudar na sua instrução AHAHA!

      Excluir
  5. Estou louca para ler essa série, mas o que assusta no tamanho dos livros da Guerra dos Tronos, esse assusta no número de exemplares O.O
    p.s.: Que grupo de amigos talentosos esse que transformou um jogo de RPG em livro

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mas depois de ler o primeiro você só quer mais! rs

      Excluir
  6. Woow! Nunca tinha reparado isso!! Eu quero muito ler essa saga! E bom... 22 livros?? Tipo... WHAT??? Gostei da publicação! E estou seguindo!
    Misael
    Beijos!
    http://devoradoresde-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu até tava ligada que o Martin só organizava o livro e tal, mas a Leya dá tanta ênfase no nome que é difícil saber mesmo. Teu post fez ótimas colocações, vai tirar a dúvida de muita gente. :)))

    Que bom que tá curtindo a leitura. Eu dei uma olhada nele na livraria, mas não sou muito fã do estilo que ele propõe. Prefiro ficar com outras obras :)

    Beijo!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi exatamente isso que pensei! rs
      A, mas é tão divertido! rs

      Excluir
  8. Legal, não sabia que Martin não escrevia esse livro, mais parece ser legal.
    Estou te seguindo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Já tava ligada a isso ai já, mídia esperta que bota o nome do Martin só pra vender, bobos eles né?!
    Não tenho muita vontade de ler a série, mesmo com inúmeras criticas positivas, mas a preguiça de ser 22 livros fala mais alto.
    Beijos
    Brubs-Livros de Cabeceira
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade são é espertos! AHAHAH
      Mas leia o primeiro, como eu já disse antes, depois não dá mais para se segurar! AHAHA

      Excluir
  10. Eu jurava que era ele quem escrevia, por conta justamente do nome dele ser escrito com essas letras enormes assim como nos livros de CDGF. Fiquei impressionada com a quantidade de livros. 22? Minha nossa!
    Gostei do post, muito esclarecedor. Vou tentar criar coragem de ler a saga.
    Beijos!
    livroseoutrasalegrias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Acho que nao sou normal, nunca ouvi falar desse livro !

    Beijos, Luana Oliveira.
    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
  12. Eu já tinha reparado nisso, mas achei que estava ficando louca.
    Guardei para mim, né?! hahahahaha
    Isso vai esclarecer muita coisa.

    Beeeijos!!

    ResponderExcluir
  13. Camila, tô num dilema: Leio Wild Cards ou GoT?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ÓÓ é realmente um dilema, então, acho que depende, cada um trata de um assunto diferente, e eu ainda não li GoT, então eu sou meios suspeita e indico Wild Cards... Em qualquer um dos dois você vai ficar esperando por mais ser lançado então... mimimi Mas pelo menos Wild Cards já acabou e se tu quiser ler em inglês vai conseguir!

      Excluir

 
Livrologias, por Camila Teixeira © 2015
Design e desenvolvimento por Chave Criativa