domingo, 5 de outubro de 2014

Resenha - Delirium



Delirium
Autor: Carlos Patricio 
Numero de Páginas: 228
Editora: Página 42
Desordens. Distúrbios. INSÂNIAS! Este é o tema de Delirium. Nesta coletânea de contos o autor preza, sobretudo, pela diversidade e a originalidade. Pois em que outro livro você encontraria realidade virtual, experiência com alucinógenos, assassinos sádicos, debates sobre crenças e religião, um desabafo a la Kafka, e, até mesmo, os infortúnios de uma fofoca? Uma culinária diversificada e bem temperada para todos os paladares.





Antes de tudo, gostaria de me apresentar! Sou a nova colaboradora do blog. Tenho 13 anos e moro em São Paulo, espero que gostem das minhas postagens. 

Creio que esse tenha sido o livro mais bonito (em relação à ilustração) e inteligente que já li até hoje.
Ler Delirium foi como sentar-se a mesa com um psicólogo e conversar sobre os mais variados assuntos (inclusive os que a sociedade insiste em esconder debaixo dos panos).
Na aventura eletrizante que desencadeei nos oito contos da coletânea, posso confessar que meus nervos ficaram a flor da pele. A cada página virada era perceptível que um tema era ligado a outro, alguns de forma mais distante, outros nem tanto...

Doutor Sádico

No primeiro conto de Delirium é possível sentir na pele as insânias de um louco. Mergulhamos fundo numa piscina de insanidade. Nesse conto, o autor trabalha a mente dos leitores. Meu sangue fervia a cada página virada e a leitura me chocou. Além disso, o conto me fez desencadear muitas coisas que meu cérebro não processava. Como por exemplo: a que ponto um louco pode chegar? Afinal, a insanidade tem limites?

Truco!

Violência é algo ''natural'' nos dias de hoje e é esse o tema de Truco. Além de narrar uma história com um tema bem atual, a forma como o autor descreve o medo, nos mostra exatamente como é não poder agir por si mesmo. O medo nos cega e nos leva a agir sem pensar. (chorei lendo... UM CONTO NÃO PODE ACABAR ASSIM!!!)

O Agoniado

Esse foi, sem dúvidas, o melhor conto que já li.
O Agoniado expressa de forma bem clara a vida de uma pessoa que sofre de ansiedade. Pude sentir na pele cada sensação passada pelo autor. Foi incrível sentir tudo isso num conto tão curto.

Telefone sem Fio

Fofoca, decisões precipitadas e confiança. De que forma tudo isso pode afetar sua vida? E se, junto a isso, uma doença que pode te matar antes de você poder esclarecer um desentendido resolver aparecer?
Confesso que esse conto não me agradou muito, pois o final me deixou abalada. (Quando chegou ao fim, fiquei parada olhando pro vão da parede, totalmente sem reação).
A Questão de todas as Questões

Religião é o tema que mais encabula as pessoas (inclusive eu). Só quem não se acomoda sabe o quão é difícil se decidir em relação a isso. Esse conto veio carregado de citações incríveis e um debate que deixa qualquer leitor de queixo caído! E no final, você escolhe no que acreditar...
''Não são necessárias respostas para que todas as teorias religiosas se quebrem, mas sim simples perguntas''
O outro Mundo de Henrique 

Não há nada melhor que nos desligar da realidade e buscar um outro mundo em que podemos morrer e com apenas um clique voltar a viver com novos desafios, é isso que Henrique busca quando não aguenta mais seu dia-a-dia estressante. 

Pouco antes da Virada

Um poema que nos faz ver o poder de uma doença... Um poema que nos mostra com clareza a sensação de estar a beira da morte. Eu amo poemas e esse foi muito bem escrito!

Lindos Sonhos Dourados 

O último conto de Delirium conta a história de Guliver, um jovem frustrado que não suporta mais ser considerado a ovelha negra da família pelo pai e se revolta contra o mundo.Foi maravilhoso acompanhar as loucuras que o protagonista cometeu no momento em que sentia-se frágil. Me identifiquei muito com a mente de Guliver e foi incrível participar da narrativa. ( Esse conto interage muito com o leitor). 

Delirium foi escrito para pessoas de mente aberta que anseiam sempre por mais conhecimento, nunca li um livro que instigasse tanto a me descobrir. Foi um dos melhores livros que li esse ano e está super recomendado! Espero que tenham gostado. Um beijo. 

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Oi, Isabella!
    Você escreve super bem, adorei a resenha!
    Primeira vez aqui no blog e já gostei muito. =D
    Não sou muito chegada em livros de contos, mas realmente fiquei interessada e instigada pela temática de Delirium. Super leria!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Olá! Não conhecia o livro e fiquei muito interessada nele, adoro esses temas psicológicos, são muito legais.

    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Isa, tudo bem?

    Confesso que, de cara, a capa não me chama a atenção. Gosto de coletâneas de contos são sempre interessantes. Gostei da temática de Delirium

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Isabella, seja bem vinda ao blog :)
    Não conhecia o livro e, confesso: pela capa não me chamou atenção. Mas curti sua resenha e sou fã de contos! Acho que o livro me agradaria bastante pelos assuntos abordados.
    Beijocas
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  5. Ola
    Gosto de contos, esse parece que a histórias são legais, gostei da resenha e também do layout.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Obrigada meninas, fico feliz que tenham gostado. Essa semana tem post novo e espero que curtam tanto quanto esse. O livro eu adquiri com o autor pelo facebook>Carlos Patricio Alberto com dedicatória e autógrafo. Até o próximo post, um beijo!

    ResponderExcluir

 
Livrologias, por Camila Teixeira © 2015
Design e desenvolvimento por Chave Criativa