quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Classicos - Lolita

Lolita
Autor: Vladimir Nabokov
Numero de Páginas: 392
Editora:  alfaguara



Lolita - Irreverente e refinado, este é um dos romances mais célebres de todos os tempos. É também uma aventura intelectual que não deixa ninguém indiferente, um relato apaixonado de uma sensualidade alucinada, uma autópsia implacável do modo de vida americano. De um lado, um homem de meia-idade, obsessivo e cínico. De outro, uma garota de doze anos, perversamente ingênua. A química se faz e dá origem a uma obra-prima da literatura do nosso século. 'Lolita' é chocante, desafia tabus, escandaliza. O livro foi incorporado ao imaginário coletivo da modernidade, e até o nome da personagem tornou-se um substantivo corrente, provas do alcance e da genialidade do autor.
Oi, galera! Como vão as coisas? espero que tudo bem. Hoje vim fazer uma resenha POLÊMICA! Lembram que fiz uma postagem sobre o Livro Lolita? Então, hoje vim resenha-lo. 
(Preparem-se psicologicamente)


Como comentei no meu primeiro post sobre o livro, o início é lento e carregado, oque acaba o tornando cansativo, mas com o decorrer da história e a ligação indireta dos acontecimentos, acabou me cativando. 
Lolita conta a história de Humbert Humbert, um viúvo muito inteligente e observador. Justamente por essas qualidades um tanto quanto admiráveis, ele reconhece e deixa exposto que é um louco. Sim, louco, pelo simples fato de se sentir atraído por ninfetas (palavra muito usada no seu vocabulário). Resumindo: ele é um pedófilo. 


Após seu divórcio com a mãe de Lolita, ele se vê prestes a enlouquecer, e é assim que o ''romance'' se inicia. Ele se envolve de forma intensa com Lolita, e dá detalhes de tudo (por isso o livro foi proibido em diversos países).
Sua paixão pela ninfeta é doentia, ele quer ela a todo instante, é praticamente dependente dela. Ele deixa isso explícito o livro todo, mas só após sua primeira relação sexual é que vemos o quanto Humbert é doente.
Me impressiona a forma de escrita de Nabokov, ele escreveu um golpe psicológico dos bons. Não consegui dormir direito pensando em qual conclusão tive dessa leitura. Livros assim me encantam, costumo dizer que são ''Livros Sócrates'', pois me fazem pensar muito. 
Além de tudo oque eu já disse, o autor tem uma capacidade incrível de colocar tudo oque vê no papel com uma facilidade inimaginável.


O livro conta uma história triste, e me fez pensar muito nos casos de abuso que ocorrem atualmente.
O final é inacreditável, a história dá uma reviravolta impressionante, entra um ''novo'' personagem que estava ''ligado'' a tudo desde o início.

O Clássico já foi adaptado varias vezes, já foi filme, peça de teatro, musical, balé e opera. Uma das mais famosas adaptações foi a de Kubrick para os cinemas. Outra adptação que podemos destacar(por ser mais nova) é a de Adrian Lyn de 1997.
Filme de 1962 
Filme de 1997
Enfim, galera. Eu super recomendo esse livro, pois além dele ser um clássico muuuuito bem escrito, nos faz pensar muito e enriquecer o vocabulário. Espero que tenham curtido a postagem, vocês já leram esse livro? oque acharam? deixem aqui nos comentários, beijão! <3 

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Oi Camila!
    Sempre tive uma intensa curiosidade para saber exatamente em nível de envolvimento eles ficam ou até mesmo a forma como esse envolvimento é abordada. Gostei muito do seu post.
    Bjoss

    http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kelen. Aqui é a Isa! Mate sua curiosidade lendo JÁAAAA <3 Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Isa
    Tenho muita vontade de ler esse livro. Não assisti a nenhuma das adaptações, mas parecem interessantes. Prefiro ter a chance de ler a obra primeiro hehe. Sua resenha ficou ótima e me incentivou ainda mais a procurar adquirir o livro logo.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Linda! Que bom que curtiu a resenha, leia, aposto que vai adorar ^^

      Excluir
  4. Oie
    Aí está um livro que sempre tive curiosidade em ler. Espero ter oportunidade de ler um dia.
    Nunca assisti aos filmes.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa! Espero que seja logo, hein? HAHA beijos!

      Excluir
  5. Oii, tenho muita curiosidade de ler esse livro e sua resenha só me fez ficar com mais vontade de lê-lo. Não sou muito chegada à clássicos, mas abro uma exceção para esse, pois tenho certeza que ele merece!!!! Adorei a resenha, beijos!!
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu já sou ao contrário, louca por clássicos! HAHHA
      Obrigada <3

      Excluir
  6. Ainda não li esse livro, mas está na minha longa listarsrsrsrrs
    Sua resenha está bem objetiva e sem muitos rodeios, muito boa!
    Bjus e obrigada por essa dica!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ely! Leia jáaaa! Obrigada, linda! Beijão <3

      Excluir

 
Livrologias, por Camila Teixeira © 2015
Design e desenvolvimento por Chave Criativa