quarta-feira, 10 de junho de 2015

Resenha - Livro das Sombras






Livro das Sombras 
COVEN - LIVRO 01

Autor: Cate Tiernan
Numero de Páginas:207 páginas
Editora:  Galera Record


Morgana Rowlands nunca se imaginou como algo além de uma garota sem graça de 16 anos, ainda mais se comparada à melhor amiga, a linda Bree. Porém, isso está prestes a mudar. Quando Cal, um veterano transferido de outra escola, entra na vida da garota, ela se vê imersa em um novo universo: o rapaz se revela um bruxo à procura de pessoas para montar um coven. A ligação entre eles é imediata e impossível de ser desfeita – só há um problema. Bree está perdidamente apaixonada por Cal. Será Morgana capaz de controlar seus sentimentos em prol da amizade ou a conexão entre eles é mais forte do que ela própria?
Vocês sabem que eu sou muito boazinha né? E vocês sabem também que eu fico bem tristinha quando preciso fazer resenha negativa, não sabem? Então, já me desculpo, e aviso essa resenha será uma dessas que me deixam sad. 
Eu não sei bem por onde começar essa resenha, já que foram tantos os pontos que me incomodaram no livro, fico até um pouco receosa de falar demais. Pois bem, vou fazer uma leve introdução da história narrada e ir pontuando esses momento em que me senti incomodada.


Quando lemos a primeira página já sabemos o que esperar do livro inteiro. Morgana é uma garota bonitinha, legal, nada acima da média, com uma amiga linda e popular. Morgana é comum, faz parte de uma turminha comum e tem uma vida super comum. Até que um cara chamado Cal aparece. Cal é lindo e misterioso e simpático e charmoso e tudo que as garotas dos livros adoram em um carinha. Ela e todas as as outras meninas se apaixonam por ele, obviamente. O plot é bastante obvio e simples, e todos nós já sabemos que vai rolar um triangulo amoroso. Quando esse garoto convida todos para uma festa e revela que pertence a religião Wicca e que busca pessoas para formar um Coven, nós já sabemos que Morgana vai ter alguma inclinação, pois nenhuma personagem principal é tão comum, sempre tem que ter algo de excepcional, e no caso de Morgana é a sua pré-disposição a fazer e sentir a magia. 
"Não sou paranormal. A vida é cheia de pequenas e estranhas coincidências. Simplesmente vou continuar repetindo isso para mim mesma até acreditar."
É a partir dessa iniciação no mundo da Wicca que se desenrola toda a história do livro. Morgana tem uma família católica que não apoia que ela faça parte da Wicca, tem uma "melhor amiga" que parece sempre puxar o seu tapete, e tem também um monte de duvidas na cabeça a respeito de sua vida, sua religião e seus amores. O livro se desenvolve brevemente nessas poucas 207 páginas, e pode ser lido em poucas horas. É um livro de leve entretenimento, não é uma história profunda e difícil. 


O livro se passa em primeira pessoa e nem isso contribuiu para me conectar com Morgana, em geral achei ela uma personagem muito rasa e com pouca personalidade. E não acho que algum dos outros personagens se sobressaia, todos são descritos pessoalmente de maneira leviana, sem muita enfase, sem um enfoque que faça com que o leitor queira saber mais sobre eles. 
Não consegui me conectar com esses personagens, e ao mesmo tempo fui remando a história por achar ela muito obvia. Eu já sabia o que ia acontecer, eu só esperava as ultimas paginas para ver se haveria algum fechamento maior. Outro ponto que me incomodou no livro foi a ingenuidade da protagonista. Sua "melhor amiga" Bree a trata super mal, menosprezando-a a todo momento e só lá no final do livro que ela percebe que "pode ser" que essa menina não seja tão amiga dela. 
"Eu deveria ter previsto isso. Meus próprios sentimentos me cegaram. Cal é indiscutivelmente lindo, e Bree se apaixonada com facilidade. É obvio que ela se sentiria atraida por ele. É obvio que Chris não seria páreo para um cara como Cal. Bree era tão perfeita. E Cal também. Eles formaria um lindo casal. Senti que ia vomitar."
Um dos pontos positivos que encontrei no livro foi a introdução a Wicca como religião e cultura, tem bastante coisa interessante sobre o assunto e dá vontade de buscar mais um pouco e conhecer mais a respeito. Mas isso também é apenas uma introdução mesmo. Alguns ensinamento da Wicca são colocados no livro, mas são pouco desenvolvidos, muitas vezes me vi fazendo perguntas para meu namorado que possui conhecimento sobre religiões pagãs para conseguir entender a contextualização. Se a autora tivesse se aprofundado mais um pouco nessa cultura, acredito que eu teria aproveitado mais dessa história. Outra coisa que me incomodou foi que a autora colocou um rapaz como mentor de um grupo, quando a Wicca é uma religião super voltada para o feminino, ela poderia ter valorizado mais essa parte da cultura Wicca. 



No geral a escrita de Tate é super boa, mas foi o enredo que me colocou para baixo, talvez tenha muito mais a ver comigo do que com o livro em si. Achei que ficou faltando algo, talvez no próximo livro a personagem principal tenha sua redenção e a história tome um rumo diferente desse em que podemos ver ser traçado no primeiro volume da serie Coven. Mas não tenho certeza se vou ter vontade de continuar a série para descobrir. Eu odeio negativar um livro, fico me sentindo super mal com o autor, por que ele certamente dedicou algum tempo da vida dele para escrever o mesmo. Então deixo bem claro que essa é minha opinião pessoal e incentivo vocês a lerem a história e tirarem suas próprias conclusões. Para mim não funcionou, mas quem sabe não dá certo para vocês?
Bom gente, essa foi minha resenha, eu já falei mil vezes sobre como me sinto mal por fazer resenhas negativas, e digo novamente, não tenho a intenção de ofender ou magoar ninguém. Se você já leu o livro dê sua opinião aqui em baixo, se como eu você não gostou muito da história, vamos conversar sobre isso, se ao contrario de mim você gostou da história, vamos conversar sobre isso também! É sempre bom trocar ideias, pois as vezes podemos até mesmo mudar a opinião acerca de alguns pontos! Acho que é só isso pessoal, não me matem! Vim em paz! HAHA Beijinhos!


Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Olha eu comprei esse livro por conta de uma resenha positiva.
    Não sei bem o que esperar, mas o que me atraiu foi esse triangulo amoroso que acontece na história
    e quero saber o que irá acontecer. Mas quando os personagens não são tão bem trabalhados na história é bem complicado, porque a gente quer algo envolvente e que tenha seu desenvolvimento né? Percebi que tu gostou, mas ficou na dúvida ao mesmo tempo. Ficou triste até de dar 2 estrelas. Enfim...Mas acho que isso vai de cada um. Vou precisar ler para saber da história e espero que eu goste. Mas mesmo assim, se minha opinião for contrária, de boa também hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com/2015/06/resenha-cova-312_11.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sim, cada pessoa tem uma visão diferente. Por isso sempre indico que o pessoal leia mesmo, para ter sua propria visão daquele livro.

      Excluir
  2. Oi Camila, tudo bem? Vi que muita gente vem resenhado o livro e não dando uma nota tão alta. Mesmo assim estou curiosa, porque adoro romances sobrenaturais e ainda mais com a temática do ginásio deles, o que seria nosso ensino médio! Quero ler e saber o que vou achar! Espero curtir!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AA é bom ler mesmo, dai você tira suas conclusões!

      Excluir

 
Livrologias, por Camila Teixeira © 2015
Design e desenvolvimento por Chave Criativa