domingo, 26 de julho de 2015

Resenha - Para todos os garotos que já amei


Para todos os garotos que já amei
Autor: Jenny Han
Numero de Páginas: 320
Editora: Intrinseca


Para Todos os Garotos que Já Amei - Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.
Oi pessoal! Hoje eu venho aqui trazer para vocês a resenha desse livro fofíssimo que é
Para todos os garotos que já amei! Como sempre vou visitar a história com vocês e falar um pouquinho sobre acontece no livro e ir pincelando com a minha opinião. Vamos lá?


Lara Jean tem 16 anos e vive com seu pai e suas duas irmãs. Ela e as irmãs possuem descendência coreana por parte da mãe que faleceu quando elas eram mais novas. A nossa personagem principal é uma romântica inveterada que nunca teve um namorado de verdade. Lara Jean é uma menina super certinha, tipica CDF e busca sempre seguir os passos da irmã mais velha, Margot, a quem ela venera. O falecimento da mãe fez com que as irmãs unissem forças para tornar a vida do pai mais fácil, Margot e Lara Jean cuidam da casa e da irmão mais nova Kitty e acabam se tornando muito mais responsáveis (e aproveitando menos a adolescência) por conta disso. Com a partida de Margot para cursas faculdade na Escócia, Lara Jean se vê com ainda mais responsabilidades. Em meio a tudo isso um velho amor ressurge e ela precisa lidar com esses sentimentos e todas as responsabilidades da sua "nova vida" como irmã mais velha da casa. 
"Você sabe como é gostar tanto de alguém que é insuportável saber que essa pessoa nunca vai sentir a mesma coisa por você?"
Lara Jean tem um costume bastante costumeiro, ela escreve cartas de amor, mas ela as escreve para que fiquem guardadas, ela as escrever para por um ponto final em seus amores. Depois de estar apaixonada, platonicamente sempre, e se desiludir, ela decide escrever uma carta para encerrar aquele momento da sua vida. Lara Jean a ao longo de sua vida escreveu 5 cartas para 5 meninos diferentes. E a confusão que acontece no livro é ocasionada por essas cartinhas inocentes que Lara Jean mantinha guardada em uma velha caixa de chapéus que ganhou da mãe. Por algum motivo que a menina desconhece as cartas são enviadas pelo correio para os garotos a quem Lara Jean escreveu. Ela se vê totalmente desesperada quando um dos rapazes a aborda e ela percebe que uma dessas cartas já deve ter sido recebida pelo ex-namorado de alguém muito importante para ela. Lara Jean arranja um namorado fake para provar para esse menino de que ela já não sente mais nada por ele. Então, o enredo gira principalmente em volta desses acontecimentos, Lara Jean tentando concertar os erros e lidar com as responsabilidades da casa, da escola e de sua vida. 


A história é muito meiguinha e deu para sentir uma saudadinho do ensino médio. A Lara Jean é uma personagem um pouco confusa, ao mesmo tempo em que ela possui tantas responsabilidade, ao mesmo tempo ela é extremamente infantil, em algum momento isso me incomodou na leitura. Ela passa o tempo todo falando da irmã mais velha Margot e sobre o quanto ela é perfeita e acaba se colocando para baixo. Algumas atitudes dela são ingenuas demais para uma menina de 16 anos, mas a autora nos faz entender que existe um motivo para ela ser assim. A personagem mesmo com essas falhas é super cativante, e fica impossível não torcer por ela. Os personagens secundário também são super bem construídos, a irmã mais nova de Lara Jen, Kitty, tem 9 anos mas é muito esperta e engraçada, além de ser super manipuladora. A relação das irmãs em si é muito bonita, e se percebe que o amor na família é o que a mantem unida. Eu não vou falar sobre outros personagens que gostei aqui por que acredito que menciona-los pode ocasionar um spoiler. Mas já tenho dito que sou apaixonada pelos crushs da Lara Jean.
"Pego a caixa com pisca-piscas e enfeites e começo a separa-los. Minha favorita é a estrela azul que fiz no jardim de infância, com massa de modelar. É a minha favorita porque tem um pedaço faltando; falei para Kitty que era um biscoito, e ela deu uma mordida como se fosse o Pac-Man. Depois chorou, e fiquei encrencada, mas valeu a pena"
Uma coisa que achei muito legal no livro foi a maneira como a Jenny Han colocou a representatividade da comunidade coreana nos EUA ao longo do livro. O pai se preocupa em manter as meninas junto aos costumes coreanos e no livro temos um carnaval de referencias a feriados, cultura e culinária coreana. Jenny Han resgatar essa representatividade é importante para as muitas meninas de origem oriental nos EUA que não se veem representadas fora de um esteriótipo comum, e eu achei isso sensacional!

Um momento para mostrar os papeis de carta lindissimos e esse marcador super fofo que a Intrinseca enviou junto com o livro. Gente é muito amor! Vou juntar coma minha coleção de papéis de carta!! 

Como vocês puderam ver ao longo da resenha, eu gostei do livro, mas agora vou explicar por que o mesmo conseguiu arrancar só três coraçõezinhos de mim. A narrativa é fluida, a história é bonitinha, e apesar de seus probleminhas é interessante. O que me deixou frustrada foi o final. O livro não tem fechamento, é muito aberto! Eu geralmente curto esse tipo de final, mas dessa vez fiquei com vontade de tocar o livro na parede quando cheguei a ultima página. Acho que o pior foi que só no final eu fui descobrir que esse não era um livro único e que em breve vem aí P.S. ainda amo você. Obviamente lerei o proximo livro e já estou ansiosa por ele!
Agora tenho que declarar que estou apaixonada pela Jenny Han e é provavel que em breve eu faça um Stalkeando com ela, também adorei o estilo da Lara Jean e já quero fazer um LookBook a respeito. Ou seja, esse livro rendeu! A capa é linda, e a diagramação é maravilhosa. Eu realmente indico esse livro, mas já com o aviso sobre o final, acredito que a surpresa foi o que me deixou frustrada, mas vocês já estão avisado né? HAHA Então pessoal, é isso! Espero que vocês tenham curtido a resenha! Beijinhos!!

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Eu simplesmente AMEI esse livro! Ele é super fofo, e uma história muito simples, mas que na sua simplicidade conseguiu se tornar um dos meus favoritos do ano. Já comprei a sequência em inglÊs, justamente porque achei o final muito aberto e não consegui esperar pela tradução.

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é de uma fofura sem igual.
    A capa e o marcador ficaram lindos!

    ResponderExcluir

 
Livrologias, por Camila Teixeira © 2015
Design e desenvolvimento por Chave Criativa