Resenha do Livro Caixa de Pássaros de Josh Malerman

Comparado por alguns a Stephen King e Jonathan Carroll, Josh Malerman criou um uma história surpreendente que mescla suspense com terror psicológico, fazendo o leitor sofrer junto com as personagens. Mas será que o livro foi realmente isso tudo? Leia nossa resenha do livro Caixa de Pássaros para saber! 

Caixa de Pássaros Resenha

Caixa de Pássaros de Josh Malerman – Resenha

Breve Resumo

Caixa de Pássaros é um livro de terror psicológico ambientado em um mundo pós-apocalíptico publicado em 2014, no Reino Unido e nos Estados Unidos, e em 2015 no Brasil pela editora Intrínseca. O romance foi escrito por Josh Malerman e conta a história de uma mulher, Malorie, que precisa encontrar uma maneira de se proteger e de proteger seus filhos.

A narrativa divide-se em três períodos de tempos: o começo do problema, um período logo após o nascimento dos filhos de Malorie e o tempo presente.

Ver também:

Resenha do livro Caixa de Pássaros de Josh Malerman

Feche seus olhos e imagine um mundo enlouquecido. E é melhor mantê-los fechados, já que a loucura é contagiosa. Conseguiu imaginar? Como seria viver preso dentro de suas próprias memórias lutando para sair sem saber o que pode acontecer?

Tudo o que você sabe é que quem abre os olhos uma única vez, mesmo que seja por uma piscadela, acaba maluco. E não é qualquer maluquice, a pessoa fica insana, destrutiva, incapaz de atender a qualquer lampejo de racionalidade.

Esse é o romance de estréia que Malerman nos preparou: uma história carregada de suspense que nos deixa tão aflitos e desesperados quanto os próprios personagens.

Malorie era uma jovem estudante azarada que vivia com sua irmã e que engravidou após um encontro de uma noite. Azarada não por ter engravidado, mas por ter engravidado justo no momento em que as pessoas começavam a se matar e a cometer suicídio.

Aparentemente havia uma criatura (ou criaturas) perambulando por entre as pessoas que, ao ser vista, despertava o pior de cada um. No começo era difícil dizer se isso fazia algum sentido, mas ninguém queria sair olhando para todo lado para descobrir.

Uma grande parte da narrativa acontece durante a estadia de Malorie em um refúgio, onde ela encontra diversas pessoas que lutam como podem para sobreviver enquanto tentam não enlouquecer. Ficar confinado em uma casa faz isso com as pessoas quase quanto como olhar para o pôr do sol em um dia de inverno.

O autor faz um incrível trabalho ao demonstrar como a mente humana pode deixar de ser sua maior aliada para se tornar sua pior inimiga. A paranoia leva as pessoas a fazerem coisas estúpidas e imprudentes.

Ninguém sabe em quem pode confiar. Em um momento seu melhor amigo pode te oferecer conforto e em outro pode tentar te matar ou te enganar para roubar sua comida. Essa é a vida de Malorie.

A caixa de pássaros é uma referência justamente a esse horror de ficar preso sem saber o que o ronda. Sem nada mais que seus ouvidos para ouvir o que está chegando. Uma gaiola onde a aflição e a agonia toma conta.

Como seria dar à luz em mundo como esse?

Os capítulos se alternam e as crianças já têm quatro anos. Todo esse tempo sendo treinadas pela mãe a se virar no escuro, não abrindo os olhos sob nenhuma circunstância.

A jovem garota, agora já mais amadurecida, faz o que pode para tomar conta de suas crianças. Da melhor maneira que uma mãe solteira conseguiria, ela junta forças para proteger seus pequenos enquanto torce para que nada aconteça a si mesma. Quem seria bondoso o suficiente para cuidar delas caso morresse? Essa seria uma pergunta que não queria responder.

Caixa de Pássaros foi um livro bem escrito, apesar das críticas, mas seu final foi meio decepcionante. Não vou dizer o que aconteceu, mas faltou um pouco de explicação sobre “o monstro”. Além disso, não foi algo que me atingiu de uma forma única e profunda como alguns finais de livros fazem.

No geral, a obra cumpre o que promete de deixar o leitor aflito com a situação dos personagens confinados, como um bom livro de suspense. Mas, para quem gosta de terror, existem obras que realmente dão medo e essa não é exatamente uma dessas.

Apesar disso, Josh Malerman conseguiu me prender até o final do livro (mesmo eu não sendo uma pessoa que largue leituras pela metade) e talvez o consiga também. 

E você, já leu o livro? Se sim, o que achou? Deixe sua opinião logo abaixo. Gostou da nossa resenha do livro Caixa de Pássaros? Comente também

Comprar Amazon

  • Resenha do Livro Caixa de Pássaros de Josh Malerman

8 Comentários para “Resenha do Livro Caixa de Pássaros de Josh Malerman”

  1. Uau! Este livro é incrivelmente bom e muito assustador.A história segue Malorie que está presa em um mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas estão se matando, de todas as maneiras possíveis e ninguém sabe o porquê.A premissa do livro é completamente arrebatadora e deixa você ansioso para o próximo capítulo. Eu amei absolutamente o elemento pós-apocalíptico neste livro, como foi feito tão bem e tão único.

    Na maior parte, a trama muda entre o passado e o presente para revelar a direção da história no presente e preencher os espaços em branco. A escrita conseguiu realmente criar tensão em certas cenas e criar uma atmosfera arrepiante.

  2. Malerman criou uma atmosfera tão arrepiante; a tensão era insuportável, eu estava olhando por cima do meu ombro durante toda essa leitura, embora eu não pudesse dizer exatamente o que eu estava procurando. A sinopse não fala muito. Mas dê uma olhada na capa do livro, imagine não ser capaz de abrir os olhos, mas saber que você não está seguro porque “eles” estão vindo em sua direção. Algumas resenhas deste livro darão detalhes sobre o que acontece se você olhar para fora e o que está por vir para você, mas acho que será uma leitura muito mais agradável se você mergulhar de cabeça, descobrindo essas coisas perturbadoras à medida que avança.Há uma boa variedade de personagens nessa história, alguns que você ama e alguns que você adora. Algumas pessoas mencionaram que não estavam muito satisfeitas com a maneira como o livro terminou, mas eu não vi problema com o final. Eu acho que como autor, deve ser uma tarefa difícil saber que você escreveu algo muito especial (Caixa de Pássaros é um ótimo livro) e, então, criar um final que não desaponta. Eu não posso culpar este livro, Malerman escreveu um romance soberbo que vai brincar com sua mente muito depois de terminá-lo. A sua resenha foi boa, só não concordo com sua opinião sobre o final.

  3. Nossa que leitura maravilhosa. Acho uma idiotice quem reclama do jeito que o autor escreve. Nada a ver, temos que olha é o conteúdo do livro e caixa de pássaros é um livro incrível. Se Malerman escreve frases curtas ou compridas isso não me interessa, só sei que amei o livro e a resenha. Só uma coisa, por não ser um livro com aquele extremo terror, acho que Caixa de Pássaros não tem idade recomendada para ler; se você for jovem ou adulto, fique à vontade para cair encima. Eu li em 3 horas o livro todo de uma só vez.
    Abraços e parabéns pelo blog. Acompanho sempre

  4. ALERTA DE SPOILER: Primeiramente queria parabenizá-lo pela resenha e dizer que o livro é ótimo, mas me deixou com algumas pulgas atrás da orelha.

    Primeiro queria perguntar a vocês se vocês gostaram do modo como as criaturas foram retratadas no livro; e queria uma resumida explicação do livro caixa de pássaros e que alguém me dissesse o que exatamente essas criaturas fazem.

    O que eu acho é que se Gary estava certo sobre qualquer coisa, é que o verdadeiro inimigo no livro realmente parecia ser as próprias pessoas. Claro que a criatura tirou o pior de todos que os viram, mas no final do dia, foram as pessoas que causaram a maior parte do dano. As pessoas estão longe de serem perfeitas, e algo sobre essas criaturas aparecerem realmente demonstrou isso. Então, por causa disso, eu realmente temi pelo futuro daquele último lugar seguro, já que nós já tínhamos visto que é preciso apenas uma pessoa para que tudo desmorone.

    1. Eu me pergunto por que eles estavam tão obcecados em fazer as pessoas aparecerem. Eu acho que apesar de terem agido na maior parte do normal depois de ver as criaturas, algo em sua mente “estalou” depois de vê-las. Eu também queria saber o que causa o comportamento violento nas pessoas. Embora eu sinta que algumas pessoas não iriam para o lado violento do espectro, mas talvez apenas perdessem a cabeça e ficassem sossegadas conversando com elas mesmas etc. Eu não sei .. é estranho que todas elas sejam violentas.

  5. Juro pra vcs que tentei ler esse livro, mas não consegui, não passei da metade, muito ruim, vou deixar talvez daqui uns 20 anos eu tente ler de novo.

    1. Que pena que não gostou. Existem alguns livros também que ninguém conseguiria me fazer ler. Isso depende do gosto de cada um. Eu li em alguns fóruns opiniões parecidas com a sua. Alguns criticavam não só a história em si, mas também a escrita do autor. Enfim, gosto não se discute. Obrigado pelo comentário. Abraços!

  6. Aterrorizador. Demorei 2 horas pra dormir depois de ler isso. Nunca mais leio nada do gênero terror. Foi a primeira e última experiência nessa área. Vou ficar com minha ficção científica msm muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.