Resumo do livro A Culpa é das Estrelas de John Green

A Culpa é das Estrelas é um livro escrito por John Green que foi lançado em 2012 pela editora Intrínseca. A história nos conta sobre o romance entre os adolescentes Hazel Grace e Augustus Waters, ambos portadores de câncer. A jornada de Hazel em seu primeiro relacionamento rapidamente ganhou a atenção do público e se tornou um enorme sucesso. Pouco tempo depois de ter sido anunciada, esta obra de John Green alcançou a primeira colocação na lista de bestsellers em sites como Amazon e Barnes & Noble. Com este resumo do livro A Culpa é das Estrelas fica muito mais fácil conhecer esta história marcante.

É praticamente impossível não ter pelo menos ouvido falar de A Culpa é das Estrelas. Além do grande número de vendas alcançado, este livro se tornou mundialmente conhecido graças a sua adaptação para o cinema. No livro, Hazel é a narradora da sua própria história e nos fala sobre seu relacionamento com Augustus. A paixão entre os dois cresce ao longo do livro e eles, aos poucos, se tornam cúmplices.

É emocionante ver como o amor floresce rapidamente entre dois adolescentes. A forma como eles compartilham do mesmo sofrimento e ao mesmo tempo das mesmas alegrias nos toca profundamente. A paixão de Hazel e Augustus pelo livro Uma Aflição Imperial (UAI) foi capaz de uni-los em uma aventura em busca de seu autor Peter Van Houten. Além de decifrarem os segredos sobre UAI, ambos descobriram muito sobre a vida e o que ela reservou para eles.

A história deste livro é capaz de te contagiar já na primeira página e as impressões que aparecem no começo da leitura são ótimas. Apesar de tratar de um tema tão delicado, o enredo de A Culpa é das Estrelas possui muita sensibilidade. Imagino que você a essa altura já deve estar morrendo de curiosidade para saber tudo o que acontece com Hazel e Augustus. Então, chega de perder tempo e vamos logo para o resumo do livro A Culpa é das Estrelas.

resumo do livro a culpa é das estrelas - capa

Resumo do livro A Culpa é das Estrelas

Hazel é uma adolescente que está prestes a completar 17 anos de idade. No livro ela conta que logo após ter menstruado pela primeira vez, aos 13 anos ela descobriu que sofria com um câncer na tireoide. Ao longo do tempo o câncer avançou e evoluiu para uma metástase no pulmão. Desde então, Hazel precisa conviver com um cilindro de oxigênio e uma cânula no nariz, que facilitam sua respiração.

Além de comer poucas vezes, ela vivia em seu quarto lendo seu livro favorito – Uma Aflição Imperial, que ela chama de UAI . Isso fez com que os médicos a diagnosticassem como tendo depressão. A partir disso, Hazel foi forçada pela mãe a participar de um Grupo de Apoio para crianças e adolescentes com câncer.

O Grupo de Apoio para crianças e adolescentes com câncer

Uma vez por semana Hazel tinha de comparecer neste Grupo de Apoio, que ficava no porão de uma igreja. Quem liderava as reuniões era um homem chamado Patrick (o único adulto), que sobreviveu após sofrer de câncer nos testículos. Durante os encontros todos compartilhavam suas experiências, expectativas e sentimentos de angustia. Mas para Hazel, a única coisa que salvava o grupo era um menino chamado Isaac. Ele possui câncer no olhos e por isso precisou retirar um deles, que foi substituído por uma prótese.

Certo dia, devido a insistência de sua mãe, Hazel teve de ir à reunião do grupo de apoio. Ao chegar lá, ela conheceu Augustus Waters, que foi ao grupo à pedido de seu melhor amigo, Isaac. Augustos é um garoto de 17 anos com osteossarcoma em remissão e tem uma beleza que encantou Hazel. O clima entre os dois foi inevitável. No fim do encontro, ele a convidou para irem assistir um filme em sua casa e ela não resistiu e aceitou.

A curiosidade pelo final de Uma Aflição Imperial

Durante o percurso para chegar na casa de Augustus, fica nítido que ele não é um ótimo motorista. Hazel descobre que sua dificuldade em dirigir é uma consequência da prótese que ele usa no lugar da perna, perdida devido ao osteossarcoma. Ao chegar em sua casa, Augustos apresenta a moça para seus pais e a leva para o porão onde ele dormia. Naquele lugar eles se conheceram melhor e Hazel acaba revelando ser fã de Peter Van Housten, o autor de UAI.

Ela conta para Augustus o seu sonho de saber o final da história, que acaba quando a protagonista Anna (também vítima de câncer) provavelmente morre ou fica muito doente e não consegue finalizar a narração. Hazel já enviou várias cartas cheias de dúvidas para Peter Van Houten, mas ele nunca a respondeu. Augustus então decide ler UAI e indica para Hazel O Preço do Alvorecer. O adolescente se encanta pela história criada por Peter e tenta entrar em contato com ele.

A história de A Culpa é das Estrelas então sofre uma reviravolta quando o autor responde Augustus por meio do email de sua assistente. Logo depois, ele passa o contato para Hazel que imediatamente envia todas as suas dúvidas para Peter. O autor de UAI acaba se sentindo desconfortável com a ideia de revelar o verdadeiro final do seu livro por email. Então, ele a convida para ir até a Holanda, onde mora, para conversar pessoalmente com ela.resumo do livro a culpa é das estrelas - Hazel e Augustus

A situação financeira da família de Hazel é muito complicada, devido aos gastos com sua saúde. Por isso, seus pais não podiam bancar sua viagem para a Holanda. Sabendo das dificuldades da moça, Augustus decide surpreendê-la com um presente especial. Ele a leva para um pique-nique em um lugar especial e lá revela que possui um Desejo que seria concedido por uma organização chamada Gênios. Esta era uma organização especializada em realizar sonhos de crianças com doenças graves.

Então, Augustus conta a Hazel que irá usar este Desejo para pedir que a organização banque uma viagem para os dois até a Holanda. Assim, eles poderiam conhecer Peter e Hazel finalmente iria saber o final do seu livro favorito. A garota ficou extremamente emocionada com o presente que Augustus preparou para ela. O que ninguém esperava era que ela fosse internada às presas vítima de insuficiência respiratória dias antes da viajem.

Mesmo após Hazel mostrar sinais de recuperação, os médicos hesitaram em liberá-la para que ela pudesse viajar. A garota acaba ficando muito frustrada diante do risco de não poder ir para a Holanda. Felizmente, depois de muitas tentativas ela consegue convencer a equipe médica sobre a importância daquela viagem.

A viajem para a Holanda

A partir deste ponto do livro John Green a história de A Culpa é das Estrelas ganha um ar de romantismo e fica super emocionante. Na Holanda eles vão se apaixonando e aproveitando tudo que a cidade pode oferecer de melhor. A arquitetura de Amsterdã os encanta assim que chegam. Durante a primeira noite na cidade eles vão a um restaurante maravilhoso chamado Oranjee. Peter Van Housten havia pago todas as despesas do jantar, o que deixa os jovens surpresos e ansiosos para conhecê-lo.

O dia seguinte era o grande dia. Eles partiram em busca da casa de Peter, mas, assim que o conhecem, eles percebem que se trata de um homem hostil e ignorante. Os adolescentes não puderam deixar de notar as inúmeras cartas intocadas por toda a casa. Assim que perguntaram ao autor sobre o desfecho da história de seu livro ele se encheu de angústia e se recusou a responder.

Hazel e Augustus saíram da casa de Peter profundamente decepcionados. Ao ver Hazel chorar, Augustus promete escrever para ela um final para UAI melhor do que Housten fosse capaz de inventar. Logo os dois são encontrados pela secretária do autor, que os leva para conhecer o museu de Anne Frank. Ela e sua família foram vítimas do nazismo durante a Segunda Guerra Mundial.

Durante a noite no hotel, Hazel e Augustus dormem juntos e se entregam um para o outro. De manhã, Augustus revela para sua amada que seu câncer havia ressurgido e se disseminou para todos os seus órgãos. Ele não havia contado a verdade antes para não estragar a viagem e os momentos que tiveram juntos. Então, Hazel fica desolada com a notícia e volta com ele para os Estados Unidos.

O final de A Culpa é das Estrelas

O jovem pediu para que seu melhor amigo Isaac fizesse, juntamente com Hazel, uma mensagem fúnebre antes que ele morresse. Depois que a mensagem ficou pronta eles foram para o porão da igreja do Grupo de Apoio. Lá os dois leram o que tinham escrito especialmente para Augustus. Foi impossível para eles não sentir uma forte emoção naquele momento, que parecia uma despedida.

Augustus, então, passou a ser alimentado por meio de uma sonda que permanecia conectada na sua barriga. Certo dia, ele liga para Hazel e chorando pede ajuda dizendo que está em um posto de gasolina e está passando mal. Imediatamente ela sai de casa e, quando chega no local, o encontra com uma infecção (consequência de a sonda estar desconectada).

Alguns dias depois, os pais de Augustus ligam para Hazel avisando de seu falecimento. Naquele momento, ela ficou sem chão, mesmo sabendo que um dia isso iria acontecer. Depois de falar emocionada sobre o garoto por quem tinha se apaixonado durante o funeral, ela vê Peter Van Housten. Ele lhe entrega uma carta e pede para ela uma carona.

Durante o percurso, o autor revela o motivo de ter reagido mal em Amsterdã, dizendo que a história que ele conta em seu livro é a de sua filha que morreu por causa de um câncer. Ao chegar em casa, Hazel lê a carta que acabou de receber e vê que ela conta o final do seu livro favorito. Ao contrário do que pensava, a carta não foi escrita por Peter e sim por Augustus que cumpriu sua promessa e declarou todo o seu amor por ela no fim.

resumo do livro a culpa é das estrelas - livro
Chegamos ao final desse curto e breve resumo do livro A Culpa é das Estrelas. Não deixe de nos contar se você gostou desta história de John Green. Não se esqueça de deixar nos comentários quais livros resumidos você gostaria de encontrar em nosso site!

Bônus: Por que “A culpa é das Estrelas”?

Esse nome do livro “A Culpa é das Estrelas” é uma referência a uma citação do Ato I, cena 2 da obra Júlio César de Shakespeare, na qual Cassius, ao conversar com Brutus, diz a ele que a culpa não é das estrelas, mas deles mesmos por não serem mais que subordinados. Ao dizer que as estrelas não estão relacionados com a situação deles, Cassius está concluindo que as decisões e ações de uma pessoa são feitas por ela própria e que a sorte e o destino não são os responsáveis pelas escolhas que os seres humanos decidem tomar. Essa foi uma das justificativas sobre por que a culpa é das estrelas.

Se quiser conhecer mais lindas obras como essa, confira nossa incrível lista de livros de romance, preenchida com as melhores histórias românticas de todos os tempos.

Comprar livro:

Comprar o livro

13 Comentários para “Resumo do livro A Culpa é das Estrelas de John Green”

  1. Parabéns pelo resumo. Procurei por toda a net, mas não encontrei nenhum resumo do livro a culpa é das estrelas que explicasse o que eu precisava. Queria comprar o livro mas precisava saber se valia a pena, não ligo muito pra spoilers rsrs

  2. Muito bom o resumo do livro “A culpa é das estrelas”, assisti a o filme e confesso que me emocionei, não havia feito a leitura do livro, porém gosto muito das obras de Viktor Frankl, é quando vi a referência à Anne Frankel,fiquei curioso para ler este livro. Realmente, o resumo está muito bom.

  3. Hazel é uma garota de 16 anos com câncer de tireóide no estágio IV, e vive com um tanque de oxigênio desde que foi diagnosticada pela primeira vez aos 12. Ela percebe que vai morrer, mas ela está tomando uma droga que está mantendo os tumores à distância. Em uma reunião do grupo de apoio, ela conhece o gostoso Augustus Waters. Eles imediatamente se deram bem e mudaram suas vidas drasticamente.

    A Culpa é das Estrelas é outro livro belamente escrito por John Green. Há algum tempo atrás, John fez um vídeo em seu canal no youtube, e neste vídeo ele leu os dois primeiros capítulos deste livro. Eu fui enganchado instantaneamente. Eu queria saber tudo o que havia para saber sobre Hazel e Augustus. Eu não vou dizer que este foi o livro de câncer mais original lá fora, mas me senti mais pessoal.

    Vamos começar com os personagens. John Green escreveu o mesmo personagem exato repetidas vezes em seus livros anteriores. Esta é uma queixa que eu sempre tive, mas você não vai encontrar isso aqui. Hazel não é Margot. Ela é apenas Hazel e ela é adorável. O mesmo com Augustus. Ele é diferente de todos os personagens masculinos de John Green, e eu o adoro.

    Há simplesmente uma queixa que tenho sobre este livro. John precisa fazer seus personagens de 17 anos soarem mais como adolescentes de 17 anos do que homens de 35 anos. A maior parte do diálogo neste livro é doce e agradável, mas depois os personagens saem com essas palavras malucas e há outras maneiras de mostrar que seus personagens são pessoas inteligentes, sem sempre fazê-los soltar essas palavras estranhas e aleatórias. Com toda a honestidade é um pouco chato, mas não me incomoda muito, porque eu entendo que seus leitores mais jovens construirão um vocabulário muito melhor se prestarem atenção. Além disso, o livro dele está repleto de citações.

    Eu já disse isso antes e vou dizer de novo. John é um escritor fenomenal. Ele é ótimo em construir suspense quando necessário, e também em atingir você no estômago com uma dose saudável de emoção crua. Quase todo mundo que conheço que leu este livro chorou. Pelo menos um pouco. Ele também joga muito humor que geralmente é apreciado para quebrar momentos tristes.

    No que diz respeito a John escrever uma voz feminina pela primeira vez, achei que ele fez um bom trabalho. Este livro não foi uma mudança de vida para mim, mas eu facilmente podia ver como os outros poderiam ser afetados por este livro de uma maneira surpreendente. Aborda o câncer, a morte, a perda da visão, a perda de entes queridos, o amor, os pensamentos sobre a vida após a morte e mostra nitidamente a partir da perspectiva de uma garota o que pode parecer saber que você está morrendo. Este livro pode não agradar a todos, mas se você não tiver problemas para ler sobre essas coisas, eu recomendaria este livro para você. Foi bastante deprimente às vezes, mas tenho certeza que você saberia apenas lendo a sinopse.

  4. Esse é um filme que nos faz pensar sobre nossa vida. Em como temos que tentar vivê-la da melhor maneira possível. Já que um dia tudo pode nos deixar a ruína. O ser humano não sabe a insignificância que possui. Um mero sopro divino lhe retira a vida e todos os sonhos que já teve. Temos sempre que trabalhar para alcançarmos nossos sonhos enquanto pudermos fazendo sempre o bem e procurando ficar nos ensinamentos de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.